Tem uma palavra para isso!

  • Marcos Nogas
  • 07-12-2020
  • (2) Clique se também gostou!

Tem uma palavra para isso!

A imensa quantidade de línguas existentes em nosso planeta é consequência não apenas do desenvolvimento de grupos de pessoas isoladas umas das outras assim como também dos elementos culturais, sociais, geográficos, religiosos dentre outros vários que fazem parte da vida desses diversos grupos.

Por conta disso é muito comum encontrar em determinadas línguas várias palavras para descrever uma mesma coisa que, em outra língua, possui apenas uma palavra para essa mesma coisa, ou, às vezes, até mesmo, nenhuma palavra.

Normalmente isso ocorre para coisas bastante específicas, e que, apesar de existirem em várias, ou em todas as culturas, ninguém preocupou-se em dar um nome para isso.

Neste conjunto de posts estarei mostrando esses tipos de palavras, oriundos de diversas línguas para especificar coisas das mais diversas naturezas.

Nossa primeira palavra vem do sânscrito: rasa. O sentido literal e primário de rasa pode ser descrito como essência ou perfume. Por exemplo, imagine que você espreme a casca de uma fruta cítrica próximo ao nariz. O cheiro que você sente é a rasa daquela fruta. Outro sentido, que não temos em português, por exemplo, é o poderoso conjunto de emoções ou reações ou um arrepio de prazer estético que uma pessoa experimenta em presença da arte, seja ela visual, plástica, literária ou musical. Os hindus descreveram há mais de mil e quinhentos anos um conjunto de nove rasa diferentes, cada um evocando uma emoção diferente e que, certamente, podem ser experimentadas por quem aprecia a arte nas suas diversas formas.

REFERÊNCIAS

RHEINGOLD, Howard. They have a word for it. Sarabande books. 2000.

Marcos Nogas, Webdesigner

Graduando de Letras Polonês (UFPR) e pesquisador das línguas.

Deixe um commentário

Logo UFPR

Línguas em Diálogo é um projeto de extensão do curso de Letras da Universidade Federal do Paraná.
CLIQUE AQUI para ver o cadastro do projeto na intranet da UFPR.